MULHER & SONHO

MULHER  & SONHO
SER MULHER ...SEMPRE!

domingo, 22 de abril de 2012

O AMOR QUE ACABOU (Leticia Thompson)


Quando foi que o amor acabou e o príncipe virou sapo e a princesa desencantou? Provavelmente depois de tantos beijos não dados, de tantos momentos deixados pro lado, de tanto monólogo de ambas as partes. Em geral o amor assiste à própria morte e resta silencioso. Ou ele grita por socorro e as pessoas se fazem de surdas. O mais difícil no fim de um relacionamento é admitir que tudo acabou.

Há pessoas que insistem simplesmente porque não querem admitir o fim. E caminham vagarosamente na vida, vivendo o dia-a-dia como se não houvesse o depois. Mas a vida não acaba quando morre um amor. Ela simplesmente passa por uma transição que, como todas, é freqüentemente dolorida. Tememos as mudanças porque tememos o desconhecido. Mas o que é o desconhecido?

Mesmo o dia de amanhã, não podemos tocá-lo até que ele chegue a nós, não podemos sabê-lo até que chegue o momento em que, mergulhados, precisamos vivê-lo. Aceitar a morte, qualquer que seja, é reconhecer nossa vulnerabilidade diante da vida. E somos seres orgulhosos por demais para querer reconhecer nossa fragilidade ante o que não podemos controlar. E a vida não se controla.

Ela se abate sobre nossas cabeças e tudo o que podemos fazer é vivê-la o mais intensamente possível com todos os riscos e perigos que ela nos impõe, com todas as surpresas, que ela nos reserva. Precisamos é tirar o melhor partido do que está nas nossas mãos e reconhecer que pra todo fim há sempre um recomeço. Uma perda é quase sempre um ganho, é muitas vezes a válvula propulsora para uma nova vida, uma nova história, um novo amanhã.

DECISÃO (Lady Foppa)



Hoje organizei meus sonhos
em seqüências e prioridades.

Descartei amores duvidosos,
amores feitos de promessas,
camuflados sobre o manto
do amanhã que nunca acontece.

Por medo, covardia,
comodismo, insegurança
ou... sei lá!

Não quero mais enigmas
que devoram minhas expectativas

Nem a face enrugada da tristeza
refletida no meu espelho.

Quero recriar a canção da minha vida
em notas de alegria

E resgatar o projeto original
da menina que era
feliz e sabia.

Hoje eu disse adeus
às promessas vãs construídas
em séries

E abandonei as utopias
feitas em cerâmica que trincaram

Não mais emprestarei minha alma
a moldes disformes

Nem usarei as lágrimas
para umedecer o barro sem
arte.

Não quero o martírio de um paraíso
do outro lado do muro

Nem o mapa para que eu siga
pistas de potencial vitória.

Quero a felicidade beijando
minha boca com sofreguidão

E o amor presente fazendo
bagunça no meu coração...

AMO PESSOAS (LADY FOPPA)





Amo pessoas que acordam no meio da noite,
só para escutar o barulhinho da chuva no telhado…
Elas sabem ouvir o canto de Deus…


Amo pessoas que fazem do presente
um caminho para o futuro, com algumas trilhas secundárias  e até alguns atalhos…
Elas entendem de liberdade…


Amo pessoas que escrevem sua história sem ignorar
os borrões, fazendo deles uma lição de vida…
Elas jamais serão esquecidas.


Amo pessoas a quem posso chamar de amigos, que vêem mais qualidades que defeitos em mim…
Elas enfeitam dia a dia o caminho que trilho…


Amo pessoas que sabem conviver, tolerando o que for intolerável, encontrando uma justificativa
para resgatar a harmonia…
Elas entendem de perdão…


Amo pessoas de todas as idades, essas que não sabem a idade que tem velhos, adolescentes, crianças
…Elas sabem se encaixar no tempo…


Amo pessoas que quando perdem a fé, engravidam o coração e conseguem parir um novo,para ensinar e aprender…
Elas sabem que não se perde para si mesmo…


Amo pessoas que cantam no chuveiro,
que olham o espelho e se acham linda se sorriem
para o espelho refletir seu sorriso…
Elas com certeza receberão sorrisos, sem espelho…


Amo pessoas que valorizam riquezas só do espírito
e ignoram a miséria das almas…
Elas entendem que pobre á aquele que só possui
bens materiais.


Amo pessoas que cuidam da natureza,  que espalham sementes, plantam árvores e florescem o mundo…
Elas colherão frutos doces, independente das estações.


Amo pessoas de mãos generosas no doar,
no afeto e no oferecer…
Elas entendem que o presente fica em parte com quem recebe …fica mais com quem doa…

Amo pessoas que não tem medo de se arriscar, de mudanças…de finais… nem recomeço.
Elas jamais dirão: Como seria, se eu tivesse tido coragem…


Amo pessoas que ficam olhando o horizonte de bobeira,
que deitam na grama para olhar nuvens passar
ou contar estrelas…
Elas conhecem e muito, de paz…


Amo pessoas que misturam pais, filhos, netos, primos, tios, avós, que brigam, se desculpam e que não se separam…
Elas sabem a importância da família…

Amo pessoas que escutam passarinho quando canta
que olham o sol quando levanta
e que brincam de faz de conta com criança…
Elas sabem que ser feliz é simples…

Amo pessoas que iluminam o olhar diante da pessoa amada, que beijam na boca e não estão nem ai para a platéia,
 para julgamentos, ou ridículo…
Elas amam amar o amor…

Amo pessoas que não sabem odiar, que falam com anjos em qualquer lugar, sabem que eles ouvem, tanto que me pediram para escrever…
QUE OS ANJOS TAMBÉM AS AMAM!

AMO VOCÊ POR FAZER PARTE DA MINHA VIDA DE ALGUMA MANEIRA.

Com Leticia Thompson

Não sei escrever tudo o que sinto, mas sei sentir e com um amor imenso cada pedacinho da vida.
Não sei amar de morrer porque para mim amar é viver.
Não sei sonhar todos os meus sonhos, só sei sonhar o que o meu coração pede.
Não sei dar tudo de mim, mas esforço-me para dar o que posso.
Não sei quase nada da vida, mas sei que é bom existir.
Tudo o que eu sei é que a vida é linda e que enquanto houver um mínimo de ternura para oferecer, a vida vale a pena viver.

Leticia Thompson

A Nossa Vitória de Cada Dia


Olhe para todos ao seu redor e veja o que temos feito de nós e a isso considerado vitória nossa de cada dia. Não temos amado, acima de todas as coisas. Não temos aceite o que não se entende porque não queremos passar por tolos. Temos amontoado coisas e seguranças por não nos termos um ao outro. Não temos nenhuma alegria que não tenha sido catalogada. Temos construído catedrais, e ficado do lado de fora pois as catedrais que nós mesmos construímos, tememos que sejam armadilhas. Não nos temos entregue a nós mesmos, pois isso seria o começo de uma vida larga e nós a tememos.
Temos evitado cair de joelhos diante do primeiro de nós que por amor diga: tens medo. Temos organizado associações e clubes sorridentes onde se serve com ou sem soda. Temos procurado nos salvar mas sem usar a palavra salvação para não nos envergonharmos de ser inocentes. Não temos usado a palavra amor para não termos de reconhecer a sua contextura de ódio, de amor, de ciúme e de tantos outros contraditórios. Temos mantido em segredo a nossa morte para tornar a nossa vida possível. Muitos de nós fazem arte por não saber como é a outra coisa. Temos disfarçado com falso amor a nossa indiferença, sabendo que nossa indiferença é angústia disfarçada. Temos disfarçado com o pequeno medo o grande medo maior e por isso nunca falamos no que realmente importa. Falar no que realmente importa é considerado uma gaffe. 
Não temos adorado por termos a sensata mesquinhez de nos lembrarmos a tempo dos falsos deuses. Não temos sido puros e ingénuos para não rirmos de nós mesmos e para que no fim do dia possamos dizer «pelo menos não fui tolo» e assim não ficarmos perplexos antes de apagar a luz. Temos sorrido em público do que não sorriríamos quando ficássemos sozinhos. Temos chamado de fraqueza a nossa candura. Temo-nos temido um ao outro, acima de tudo. E a tudo isso consideramos a vitória nossa de cada dia. 

Clarice Lispector, in 'Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres'

ENQUANTO VOCÊ DORMIA Lady Foppa (autora) )





Enquanto você dormia tentei descobrir a receita da felicidade para dar a você em doses homeopáticas,para que ficasse dependente de mim: Esse é meu lado egoísta!

Enquanto você dormia tentei negociar com Deus alguns anos de vida em troca de um par de asas que me permitissem alçar vôo até você: Esse é meu lado sonhadora.

Enquanto você dormia eu aprisionei o vento, silenciei os sons da noite e calei os seresteiros para que o silencio embalasse teu sono: Esse é meu lado anjo da guarda.

Enquanto você dormia eu apaguei todas as estrelas , desliguei a lua, coloquei vaga lumes atrás das montanhas e pedi as nuvens para te embalar; Esse é meu lado fada.

Enquanto você dormia encomendei um amanhecer perfeito, pedi ao sol para despertar depois de você e iluminar os caminhos do teu dia: Esse é o meu lado bruxinha.

Enquanto você dormia tentei me manter acordada para sentir o quanto te amo até concluir que melhor era dormir e te encontrar no sonho: Esse é meu lado carente.

Enquanto você dormia eu tecia sonhos com os fios de lembranças de nos dois enquanto meus olhos relutavam entre o sono e o despertar: Esse é o meu lado saudade...

Enquanto você dormia pensei numa frase que traduzisse meu sentimento para que você lesse, enquanto eu dormia:” Já disse hoje que te amo?”:

ESSE É MEU LADO AMOR

JANELAS DA VIDA (LADY FOPPA)




Abre a janela do teu coração e deixa a alma arejar!
Sabes, aquele cheiro de mofo de sonhos que envelheceu e tu nem te deste conta? Deixa que o vento leve para longe...
Livra-te também de toda a mágoa e o rancor, faze uma boa limpeza na vidraça da janela do coração.
Garanto que enxergarás melhor a vida lá fora...
Deixa a luz inundar tudo, apagar as marcas das decepções, as tristezas das derrotas, o vicio de sofrer por sofrer e, acima de tudo, permite que o sol derreta o gelo da solidão...

Apaixona- te por um sorriso e sorri junto, ilumina as janelas dos olhos, atrai beija-flores, borboletas, vaga-lumes ...
Ama a pessoa que o espelho reflete todas as manhãs...
Escancara a janela dos desejos e esbanja sonhos!
Ninguém sonha em vão, e também não é verdade que os sonhos fogem, as pessoas é que desistem, e eles morrem...
Alicerça teus desejos com bases sólidas e constrói, dia a dia, degraus para chegares até a tua meta.
Depois, aplaude-te porque conseguiste ! Nisso reside o prazer...

Não permite que nenhuma sombra pesada cubra o sol, que nenhuma parede aprisione o vento e cale o som da vida.
Jamais te transformes em órfão da luz...
Desenha um horizonte além da tua janela, exagera nas cores e entremeia alegria entre folhas.
Floresce todos os campos que tua vista alcança e, depois, vai além muito além...
Expõe na janela toda a alegria de viver, mostra ao mundo um rosto luminoso, uma face sem rugas de preocupações, prontinha para ser acariciada e admirada.

Amplia a essência da ternura, semeia um gesto, uma frase doce ou um suspiro. Seguramente alguma alma comovida escutará e devolverá o eco da tua voz...
Desvia teu olhar das coisas tristes e infelizes, transforma em oásis toda a aridez que aparecer, joga venturas e aventuras em abundância, através da tua janela...
Espalha poeira dourada de sonhos além da janela, planta flores e colhe encantamento. Permite que as sementes da felicidade se espalhem e contaminem toda a terra...

Refaze tuas crenças, redime equívocos, culpas, regenera erros e falhas, distribui perdão. Valoriza o melhor de cada pessoa e, principalmente, o melhor que existe em ti...
Abre a janela da vida e sê pleno em cada coisa, ainda que pareça pequena.
Vive a forma adulta de ser criança, debruça-te na janela e não olhes, simplesmente, a vida passar através dela...

Procure fazer as pequenas coisas de maneira extraordinária

  • Sarah Brightman-Live from Las Vegas
  • DVD-YANNI TRIBUTE
  • Quem mexeu no meu queijo...
  • Obras de Joanna de Ângelis
  • O que podemosaprender com os Gansos.
  • Onde Existe Luz( Paramahansa Yogananda)
  • Você faz a diferença(Como sua atitude pode revolucionar sua vida)
  • Livros de Auto -ajuda
  • O monge e o Executivo
  • Livros Espíritas

VOCÊ ME VISITOU QUE BOM"

  • Q (1)

UMA VIAJANTE ATRAVÉS DO TEMPO...

Minha foto

Falar de mim...sou uma pessoa legal.amiga,amada,amando muito...uma esposa dedicada.Sou espírita...feliz.

Frase que eu gosto:"QUANDO NÃO SE SABE AONDE QUER IR ,TODOS OS CAMINHOS LEVAM A LUGAR NENHUM..."

EU ESTAVA LHE ESPERANDO... PODE ENTRAR!

"Na vida só há um modo de ser feliz. Viver para os outros."Léon Tolstoi

O Caminhante...

HARMONIA

HARMONIA
SEM PALAVRAS...UM MOMENTO