MULHER & SONHO

MULHER  & SONHO
SER MULHER ...SEMPRE!

sábado, 17 de novembro de 2007

RECICLAGEM DA VIDA (Letícia Thompson)







Não sei se a vida se recicla. Não, talvez não. Mesmo se após um tempo de reflexão decidimos mudar nossa vida, seremos sempre nós mesmos no fim. Mudados, mas nós. Com todas as marcas e cicatrizes para que não nos esqueçamos do que fomos.
Sabemos que jamais poderemos recolar os pedaços das coisas vividas e construir novas. Colchas de retalhos são muito bonitas, mas não passam de colchas de retalhos. Remenda-se panos, recola-se papel ou vidro, mas não se remenda vidas, não se recola momentos passados, coisas que deixamos pra trás.
Recomeçar? Sim. Recomeçar é possível, mesmo (e felizmente!) se já não somos os mesmos. Aprendemos, à custa de dor, mas aprendemos. Não cometeremos duas vezes os mesmos erros, não beberemos a mesma água.
Durante anos vivemos como se não tivéssemos outras alternativas. A vida é assim, é o destino. Mas nosso destino, nós fazemos. Nossas prioridades, escolhemos e aprendemos a viver com elas. E só depois, mais tarde, é que nos questionamos sobre o fundamento das nossas escolhas. Há pessoas que acham que é tarde demais para mudar e continuam na mesma linha, mesmo se conscientes de que talvez esse não tenha sido o melhor caminho. Homens e mulheres que se mataram a vida toda para ganhar dinheiro terminam muitas vezes a vida sozinhos, cheios de dinheiro, vazios de amor.
E felizes há aqueles que descobrem que ainda é tempo para fazer alguma coisa. E que podem redefinir as próprias prioridades e assumi-las. Vai doer, mas vai valer a pena, porque no fim das contas vamos ter a consciência tranqüila de que tentamos. Um dos piores sentimentos que existem é o de não poder recapturar um momento que gostaríamos que tivesse sido diferente. O eu de hoje não teria feito isso ou aquilo, mas o que eu era ontem não sabia o que sei agora. Se soubesse, teria cometido menos erros. Mas temos um Deus tão bom e tão grande que Ele está sempre nos oferecendo a opotunidade de nos redimir e fazer novas escolhas.
E agora? Agora sabemos. Não vamos pegar atalhos. Eles podem ser atraentes, mas nos impedirão talvez de aproveitar as belezas da jornada. O caminho da vida é bonito, apesar de ser mais difícil para uns que para outros. Mas é bonito se sabemos tirar o máximo do que é bom. Noites escuras podem nos fazer ver mais claramente as estrelas. Só veremos o nascer do sol se acordarmos cedo. Coisas simples que a natureza nos ensina.
Reciclagem de vida? Talvez sim. Talvez sejamos, no fim das contas, uma colcha de retalhos da vida. Mas que sejamos então uma bela colcha nova enfeitando um quarto, um coração, talvez mesmo muitos corações e muitas vidas, a começar por nós mesmos.


segunda-feira, 5 de novembro de 2007

AMANDO-SE...


Diante dos problemas que me afligem a alma, respondo ao destino com uma perseverança que as vezes até assusta, e me pergunto onde arrumei tamanha força? Diante das lágrimas,ergo um muro que faz uma barreira contra o desanimo, Diante da dor,passo uma pomada de alegria,que remove até as feridas antigas. Diante do ódio,meu perdão. Diante de Deus,ajoelho-me e peço muito pouco,afinal,mais tenho para agradecer, a começar pela vida e por essa convicção de que vale a pena ser vivida intensamente. Diante da vida,assumo a atitude de quem já sabe que vai dar a volta por cima em cada nova dificuldade. Diante do passado,guardo apenas as boas recordações,mas não vivo delas. Diante do futuro,trabalho mais. Planto as sementes que quero colher amanhã. Diante do amor, vivo intensamente,aproveito para ser feliz,enquanto a emoção tocar a minha alma,e nunca me esqueço de doar-me de partilhar os meus sentimentos,mesmo que não me entendam afinal de contas dividir o amor é multiplicar emoções,somar vidas e subtrair a solidão.

sábado, 3 de novembro de 2007

HOMENS MADUROS


Muito já se falou sobre a mulher madura, mulher de 40, idade da Loba.... Que tal, agora, falarmos um pouco sobre esses Homens maravilhosos que hoje estão na faixa de 40/50/60 anos de idade?

Há uma indisfarçável e sedutora beleza
na personalidade de muitos Homens
que hoje estão na idade madura.
É claro que toda regra tem suas exceções,
e cada idade tem o seu próprio valor.
Porém, com toda a consideração e respeito
às demais idades, destacaremos aqui
uma classe de Homens que são
companhias agradabilíssimas:
Os que hoje são quarentões,
cinquentões e sessentões.
Percebe-se com uma certa facilidade,
a sensibilidade de seus corações,
a devoção que eles tem pelo que
há de mais belo: O sentimentalismo.
Eles são mais inteligentes, vividos,
charmosos, eloqüentes. Sabem o que falam,
e sabem falar na hora certa. São cativantes,
sabem se fazer presentes, sem incomodar.
Sabem conquistar uma boa amizade.
Em termos de relacionamentos,
trocam a quantidade pela qualidade,
visão aguçada sobre os valores da vida,
sabem tratar uma mulher com respeito e carinho.
São Homens especiais, românticos,
interessantes e atraentes pelo que possuem
na sua forma de ser, de pensar, e de viver.
Na forma de encarar a vida, são mais poéticos,
mais sentimentais, mais emocionais
e mais emocionantes.
Homens mais amadurecidos
têm maior desenvoltura no trato
com as mulheres, sabem reconhecer
suas qualidades, são mais espirituosos,
discretos, compreensivos e mais educados.
A razão pela qual muitos Homens maduros
possuem estas qualidades maravilhosas
deve-se a vários fatores: A opção de ser
e de viver de cada um, suas personalidades,
formação própria e familiar, suas raízes,
sabedoria, gostos individuais, etc...
Mas eu creio que em parte, há uma boa parcela
de influência nos modos de viver de uma época,
filmes e músicas ouvidas e curtidas deixaram
boas recordações de sua juventude.
Um tempo não tão remoto,
mas que com certeza,
não volta mais.
Viveram sua mocidade
(época que marca a vida de todos nós)
em um dos melhores períodos do nosso tempo:
Os anos 60/70. Considerados as "décadas de ouro"
da juventude, quando o romantismo foi vivido
e cantado em verso e prosa.
A saudável influência de uma época,
provocada por tantos acontecimentos importantes,
que hoje permanecem na memória
e que mudaram a vida de muitos.
Uma época em que
o melhor da festa era dançar coladinho,
e namorar ao ritmo suave das baladas românticas.
O luar era inspirador,
os domingos de sol eram só alegrias.
Ouviam Beatles, Johnny Mathis, Roberto Carlos,
Antônio Marcos, The Fevers, Golden Boys,
Bossa Nova, Morris Albert, Jovem guarda
e muitos outros que embalaram suas
"Jovens tardes de domingo, quantas alegrias!
Velhos tempos, belos dias."
Foram e ainda são os Homens que mais
souberam namorar: Namoro no portão, aperto de mão,
abraços apertadinhos, com respeito e com carinho.
Olhos nos olhos tinham mais valor...
A moda era amar ou sofrer de amor.
Muitos viveram de amor...
Outros morreram de amor...
Estes Homens maduros de hoje,
nunca foram Homens de "ficar".
Ou eles estavam namorando firme,
ou estavam na "fossa", ou estavam sozinhos.
Se eles "ficassem", ficariam para sempre...
ao trocar alianças com suas amadas.
Junto com Benito de Paula,
eles cantaram a "Mulher Brasileira, em primeiro lugar!"
A paixão pelo nosso país, era evidente quando cantavam:
" As praias do Brasil, ensolaradas, no céu do meu Brasil,
mais esplendor... A mão de Deus, abençoou,
Mulher que nasce aqui, tem muito mais Amor...
Eu te amo, meu Brasil, Eu te amo...
Ninguém segura a juventude do Brasil...
sil... sil... sil..."
A juventude passou, mas deixou "gravado" neles,
a forma mais sublime e romântica de viver.
Hoje eles possuem uma "bagagem" de conhecimentos,
experiências, maturidade e inteligência
que foram acumulando com o passar dos anos.
O tempo se encarregou de distingui-los dos demais:
Deixando os seus cabelos cor-de-prata,
os movimentos mais suaves,
a voz pausada, porém mais sonora.
Hoje eles são Homens que marcaram uma época.
Muitos deles hoje "dominam" com habilidade
e destreza essas máquinas virtuais,
comprovando que nem o avanço da tecnologia
lhes esfriou os sentimentos pois ainda se encantam
com versos, rimas, músicas e palavras de amor.
Nem diminuiu-lhes a grande capacidade de amar,
sentir e expressar os seus sentimentos.
Muitos tornaram-se poetas, outros amam a poesia.
Por que o mais importante não é a idade denunciada
nos detalhes de suas fisionomias, e sim
os raros valores de suas personalidades.
O importante é perceber que
os seus corações permanecem jovens...
São homens maduros, e que nós, mulheres de hoje,
temos o privilégio de poder admirá-los.
Autoria: Lisiê Silva
(28/01/03)
(Direitos autorais reservados à autora)

sábado, 29 de setembro de 2007

TOME AS RÉDEAS DO DESTINO




Transforme os seus sonhos em realidade, mexa-se!Encare a vida de frente, tenha coragem de se assumir, faça acontecer! Existe alguma receita de bolo? Uma fórmula secreta? Como saber qual o caminho da felicidade? Em primeiro lugar, você precisa se descobrir, saber quais são as suas potencialidades, preferências, onde o sapato aperta, o que realmente quer da vida, o que faz o seu coração bater mais forte, buscar a essência da sua alma, o prazer de viver! Abra os olhos para este mundo tão colorido à sua volta. Observe a beleza da natureza. Escute o canto dos pássaros saudando a sua passagem. Cheire as flores após a chuva. Sinta a textura das folhas; tome um chá de erva cidreira. Converse com o seu vizinho; pratique amor incondicional. Com as emoções à flor da pele, aproveite a carícia do vento, encontre as respostas dentro da sua alma! Aos poucos, com carinho, aumente a sua auto-estima, acredite em você! Desperte os seus sentidos, chega de procrastinação! Perceba os seus desejos mais íntimos, a verdadeira transformação é interior, resolva a sua vida! Cada dia tem o seu segredo... Não fuja da raia, porque, meu amigo, você é o único responsável pela sua vida! Não adianta culpar o marido, a mãe, os filhos ou a sociedade porque você deixou de aproveitar as oportunidades. Vá buscar as respostas, saia da poltrona, não chore sobre o leite derramado. Perdoe as pessoas; chute o balde! A verdadeira riqueza está dentro de você. Como diz Rita Lee: "amor sem sexo é amizade". Amor tem que valer a pena. É imprescindível paixão, regar todos os dias, sair do lugar-comum. A atração não se explica! É questão de pele, olhos no olhos. Viva no momento presente. Curta o dia de hoje. Não pense mais no passado, ele já se foi... O futuro é fruto de seus pensamentos, emoções e ações que você está construindo hoje. Pense positivo! A sementinha depende do que você plantar no momento presente. Faça a diferença, seja você mesmo! A verdadeira felicidade está dentro de nós. Você é a pessoa mais importante da sua vida. Durante uma breve eternidade, sinta a essência de sua alma! Como tudo que é feito com o coração aberto. Ame muito e para sempre!
(Ana Maria Braga)

domingo, 23 de setembro de 2007

PASMO ESSENCIAL...


O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás…
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem…
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras…
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo…Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender…

O Mundo não se fez para pensarmos nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo…

Eu não tenho filosofia; tenho sentidos…
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar…

Amar é a eterna inocência,
E a única inocência não pensar…

Alberto Caeiro, em “O Guardador de Rebanhos”, 8-3-1914

MOONLIGHT SHADOW (MIKE OLDIFIELD)

The last that ever she saw him, carried away by a moonlight shadown,
O último que o viu, carregado para longe por uma sombra a luz da lua,
He passed on worried and warning, carried away by a moonlight shadown,
Ele passou preocupado e chamando a atenção, carregado para longe por uma sombra a luz da lua
Lost in the riddle last Saturday night, far away on the otherside,
Perdido em um enigma no pultimo sábado anoite, longe do outro lado,
he was caught in the middle of a desperate fight, and she couldn't find how to push through.
Foi travado no meio de uma luta desesperada, e não conseguia empurrar pra longe.

Verse 2

The trees that whisper in the evening, carried away by a moonlight shadown,
As árvores que sussuram na noite, carregado para longe por uma sombra a luz da lua,
Sing the song of sorrow and grieving, carried away by a moonlight shadown,
Cante a canção da tristeza e angustia, carregado para longe por uma sobra a luz da luz,
All she saw was a silhouette of a gun, far away on the otherside,
Tudo que viu era a silhueta de uma arma, longe do outro lado,
He was shot six times by a man on the run, and she couldn't findhow to push through.
Foi disparado por um homem seis vezes correndo, e não conseguia empurrar pra longe.

Verse 3

Four a.m. in the morning, carried away by a moonlight shadown,
Quatro a.m. da manhã, carregado para longe por uma sombra a luz da lua,
I watched your vision forming, carried away by a moonlight shadown,
Eu observei sua forma de visão, carregado par alonge por uma sombra a luz da lua,
Star was glowin' in a silvery night, far away on the other side,
A estrela estava incandescente em uma noite, longe do outro lado,
Will you come to talk to me this night, but she couldn't find how to push through.
Você volta para me falar sobre está noite, mas não conseguia empurrar pra longe,

Refrain:

I stay, I pray, I see you in heaven far away,
Eu fiquei, eu rezei, eu vejo você por ai no céu,
I stay, I pray, I see you in heaven one day
Eu fiquei, eu rezei, eu vejo você no céu um dia


sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Andre Rieu - ' My Heart Will Go On', from ' TITANIC'

RAVEL-BOLER( SOLISTA O VIOLINISTA ANDRE RIEU

AUDREY HEPBURN A GRANDE HUMANITÁRIA


UNICEF


Em 1986, Audrey Hepburn tornou-se Embaixadora da UNICEF, na defesa dos interesses das crianças pobres e desfavorecidas.
Acompanhada pelo seu então companheiro Robert Wolders, por alguns amigos e fotógrafos, viajou em várias missões para dar conhecimento ao mundo das humilhantes condições de vida das crianças do Sudão, El Salvador, Honduras, Equador, Bangladesh, Vietname, Tailândia, Etiópia e Somália. Estas viagens serviram-lhe para que, em primeira mão, visse o sofrimento, a fome e a miséria das crianças por todo o mundo.
Determinada a arranjar fundos para ajudar a resolver esta situação, deu a conhecer tudo o que se viu na Assembleia Especial das Nações Unidas e em conferências de imprensa. Audrey Hepburn acreditava que cada criança tinha direito à saúde, ao carinho, à vida.



quinta-feira, 20 de setembro de 2007

UMA CAMPANHA PUBLICITÁRIA (REFLEXÃO)

Aposto que muitos já receberam esse e-mail, dizendo ser uma suposta apresentação da ONU, com direito a prêmio nobel e tudo, o suposto diplomata talvez não exista, mas esse não é um relatório e sim, uma campanha publicitária muito criativa de Portugal, feita por Icaro Doria, Luis Silva Dias, João Roque e Andrea Vallenti.Uma campanha criativa, realista e alarmante, devemos olhar mais para as estrelas, por mais temeroso que isso pareça

PESSOAS INFECTADAS COM HIV


PESSOAS INFECTADAS COM VÍRUS DA MALÁRIA


PESSOAS QUE TÊM ACESSO A CUIDADOS MÉDICOS

PESSOAS QUE VIVEM COM MENOS DE 10 DÓLARES POR MÊS


PESSOAS QUE VIVEM COM MENOS DE 100 DÓLARES POR MÊS


PESSOAS QUE VIVEM COM MENOS DE 1000 DÓLARES POR MÊS


PESSOAS QUE VIVEM COM MAIS DE 1000.000 DÓLARES POR MÊS

CRIANÇAS QUE MORREM ANTES DE COMPLETAR UM ANO


CRIANÇAS QUE MORREM ANTE DE COMPLETAR TRÊS ANOS


CRIANÇAS QUE ALCANÇAM A IDADE ADULTA

MENORES DE 14 ANOS QUE TRABALHAM



MENORES DE 14 QUE ESTUDAM

EXPORTAÇÃO DE BANANA


EXPORTAÇÃO DE CAFÉ


EXPORTAÇÃO DE COCAÍNA

MULHERES QUE SOFREM MUTILAÇÃO GENITAL


MULHERES QUE NÃO SOFREM MUTLAÇÃO GENITAL

A FAVOR DA GUERRA DO IRAQUE


CONTRA A GUERRA DO IRAQUE


NÃO SABE

EM AZUL-CONSUMO DE PETRÓLEO

EM AMARELO-PRODUÇÃO DE PETRÓLEO

ISMÁLIA (ALPHONSUS DE GUIMARAENS)



Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar...
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.

No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar...
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar...

E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar...
Estava perto do céu,
Estava longe do mar...

E como um anjo pendeu
As asas para voar...
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar...

As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par...
Sua alma subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar...

BY LETICIA THOMPSON


Já vi grandes proezas no mundo. Coisas extraordinárias onde a mente busca uma explicação racional e não encontra. Mas nunca vi alguém alcançar o horizonte com a cabeça voltada para o chão. Nunca vi ninguém vencer na vida e sentir-se vencedor, sem que essa pessoa não tenha que ter passado por caminhos pedregosos e não tenha levantado a cabeça e colocado mãos à obra, tirando uma a uma as pedras.

Grandes pessoas fazem grandes coisas. Grandes pessoas compreendem antes das outras que é necessário um comportamento físico e espiritual de uma pessoa vitoriosa para que a vitória seja alcançada.

As soluções que Deus nos dá muitas vezes são pequenas sementes que precisamos plantar e cultivar com fé e determinação. A paciência e perseverança fazem parte do dia-a dia de todo jardineiro que nunca desiste, mesmo se o solo é árido, se não chove e que ele precisa fazer um esforço a mais para continuar acreditando que o mundo poderá florescer novamente.

Depois de algum tempo ausente, aqui vai um pedacinho de esperança:

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Jean Michel Jarre & Patrick Rondat-Vivaldi Tribute

EM RITMO DE ROCK MARAVILHOSO!!!!!

INVERNO/VIVALDI

OUTONO/VIVALDI

VERÃO/VIVALDI

AS QUATRO ESTAÇÕES/PRIMAVERA

EM VÍDEO ONWARD(AVANTE)YES

ONWARD...(AVANTE)YES


Contained in everything I doThere's a love I feel for youProclaimed in everything I writeYou're the light, burning brightlyOnward through the nightOnward through the nightOnward through the night of my lifeDisplayed in all the things I seeThere's a love you show to mePortrayed in all the things you sayYou're the day leading the wayOnward through the nightOnward through the nightOnward through the night of my lifeOnward through the nightOnward through the nightOnward through the night of my life
Esta letra foi retirada do site http://www.letrasdemusicas.com.br/



Incluído em tudo que façoHá o amor que sinto por vocêProclamado em tudo que escrevoVocê é a luzIncandescente,claramenteAvante através da noiteAvante através da noiteAvante através da noite da minha vidaMostrado em tudo que vejoHá o amor que você me revelaRetratado em todas as coisas que você dizVocê é o diaConduzindo o caminho Avante através da noiteAvante através da noiteAvante através da noite da minha vida
Search :

TUA LUZ BRILHA...




Tua luz brilha, mesmo quando não a queres, mesmo quando não a vês.
Poderás esconder-te de ti mesmo, apagando todas as tuas velas, todas as tuas lamparinas; cobrindo com véus as tuas estrelas azuis, nublando com nuvens pesadas o teu céu para que nele nem a lua e nem o sol possam ser vistos...
Mas quando te distraíres, por segundos, ao som de uma canção que invoca a luz do amor, quando te distraíres olhando para o mar ou brincando sem querer com os cata-ventos da tua memória, saberás que brilhaste...
E, se neste momento, puderes soltar tuas amarras e, feito um pássaro, voar pelo teu universo interior, verás quão luminoso é o teu ser.
Sentirás as mãos amorosas da existência guiando teu coração e ensinando-te a amar...
Saberás não estar sozinho, saberás ser amado e agraciado pelo amor do teu Criador.
E tudo isso porque deixaste, sem querer, a tua luz iluminar, o teu ser respirar a vida que brota alegre a cada momento em que te decides por ti mesmo.
Lembra, Deus abençoa e te sorri por isso.
(Estação Paz)







ESTE É O MEU PAÍS....

terça-feira, 18 de setembro de 2007

CARTA SETH (VÍDEO)

SEJA SIMPLESMENTE VOCÊ

CARTA DE SETH


Sou feito de sentimentos, emoções, de luz, de amor. Sou a voz que você ouve quando pede um conselho, sou quem te toma nos braços quando necessita, talvez, agora, enquanto lê essas palavras, eu esteja aí, ao seu lado, olhando dentro dos seus olhos como quem quisesse enxergar o que teu coração demonstra,mais tarde... à noite, quando você se deita... sou quem nina seus sonhos sentado ao seu lado esperando você dormir... dizendo que tudo vai ficar bem.



Se ao menos você pudesse me perceber, se notasse o que sinto ao seu lado... basta você querer, basta por alguns instantes esquecer seus problemas, fechar os olhos, como se nada mais existisse, me deixe chegar perto de ti... te abraçando... sinta meu coração batendo ao compasso do teu... sinta que não está sozinha, nunca esteve! Apenas esqueceste de olhar mais com os olhos do teu coração... então abra os olhos... veja os meus... me conheça.


Quem sou eu pra pedir para que me note? Apenas um anjo que se deixa levar por suas emoções, que desconhece o que é errado... se entrega, se rende... vagando por estrelas, nuvens, pelo céu escuro da noite... olhando pelos outros, despertando amores, anseios, paz nas almas que fraquejam, sentado ali de cima olhando você... te observando... deixando, às vezes, uma lágrima cair e se fazer uma gota de sereno que te toca os lábios... lágrima essa por não poder nada mais que apenas te ver... sentir sem poder tocar.


Manifestando através de pequenas coisas, como um sorriso sincero nos lábios de alguém que você não conhece, o toque de uma criança a te fazer carinho, palavras escritas nas páginas de um livro que te chamam atenção, palavras que mexem e emocionam o coração ditas do nada, como um sussurro em seu ouvido... e se um dia uma brisa leve e suave tocar seu rosto, não tenha medo, é apenas minha saudade que te beija em silêncio.


Os humanos têm um hábito muito peculiar de julgar seus semelhantes por sua aparência, de rotular pessoas as quais nunca viram... apenas pelo modo como ela se apresenta... porém, consigo ver dentro de cada um o que realmente são... e me assusto algumas vezes em como podem os humanos deixar-se levarem por embalagens, por invólucros... deixam de terem muitas vezes ao seu lado verdadeiros tesouros, amizade sincera, lealdade, companheirismo... simplesmente por não terem gostado do rosto do indivíduo. Imagine uma roseira cheia de espinhos, ninguém acreditaria que dela pudesse brotar uma rosa tão bela, sensível e delicada.


É do interior que nascem as flores. Pude conhecer seu interior... me deparei com uma flor linda... e com muitas qualidades. Se preserve assim... muitas vezes é melhor sermos o que realmente somos... a viver como as pessoas acham que deveríamos ser... Não existe ninguém melhor, ou pior que ninguém... apenas diferentes umas das outras e essas diferenças são que mostram quem realmente você é. Fico assim... dizendo as coisas que me aparecem dentro do peito, contando o que se passa em mim, como se estivesse desabafando... pois Deus nos fez para cuidar dos outros... e quem cuidará de nós?


Continuarei aqui... meio que escondido, ao teu lado, te olhando, te sentindo... esperando para que um dia você deixe seu coração "olhar" e me ver... daí, enfim, poderia eu mostrar o quanto você é especial pra mim. Um poema deixado no ar, palavras implorando para viver como uma estrela que o dia não vê e que espera a noite chegar para poder mostrar-se, a canção de amor que sai da sua boca... são as coisas que sempre sussurro ao seu coração, tento traduzir emoções que nunca senti antes, algo realmente novo pra mim, paz, atracção, paixão, amor, algo especial... sincero... verdadeiro.


( Carta de Seth - Cidade dos Anjos)

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

A MISSÃO DE CADA UM



Frequentemente, eu me pergunto:
"O que cada um de nós está fazendo neste planeta?"Se a vida for somente tentar aproveitar o máximo possívelas horas e minutos, esse filme é bobo.Tenho certeza de que exista um sentido pior em tudo o que vivemos.Para mim, nossa vinda ao planeta Terra tem basicamente dois motivos:evoluir espiritualmentee aprender a amar melhor.Todos os nossos bens na verdade não são nossos.Somos apenas as nossas almas.E devemos aproveitar todas as oportunidades que a vidanos dá para nos aprimorarmos como pessoas.Portanto, lembre sempre que os seus fracassos são sempre osmelhores professores e é nos momentos difíceis que as pessoasprecisam encontrar uma razão maior para continuar em frente.As nossas ações, especialmente quando temos de nos superar,fazem de nós pessoas melhores.A nossa capacidade de resistir às tentações,aos desânimos para continuar o caminhoé que nos torna pessoas especiais.Ninguém veio a essa vida com a missão de juntar dinheiroe comer do bom e do melhor.Ganhar dinheiro e alimentar-se faz parte da vida,mas, não pode ser a reaão da vida.Tenho certeza de que pessoas comoMartin Luther King, Mahatma Ghandi, Nelson Mandela,Madre Tereza de Calcutá, Irmã Dulce, Betinhoe tantos outras anônimas,que lutaram e lutam para melhorar a vida dos mais fracose dos mais pobres, não estavam motivadas pelaidéia de ganhar dinheiro.O que move essas pessoas generosas a trabalhar diariamente,a não desistir nunca?A resposta é uma só:a consciência de sua missão nesta vida.Quando você tem a consciência de que através do seu trabalhovocê está realizando sua missão você desenvolve uma força extra,capaz de levá-lo ao cume da montanha mais alta do planeta.Infelizmente, muita gente se perde nesta viagem e distorceo sentido de sua existência pensando que acumular bens materiaisé o objetivo da vida.E quando chega no final do caminho percebe que o caixãonão tem gavetas e que ela só vai poder levar daqui o bemque fez às pessoas.Se você tem estado angustiado sem motivo aparente está aíum aviso para parar a refletir sobre o seu estilo de vida.Escute a sua alma:ela tem a orientação sobre qual caminho seguir.
Vibrações de Paz e Harmonia!!!
Autor Roberto Shinyashiki

terça-feira, 4 de setembro de 2007

DEPOIS DA TEMPESTADE(Desconheço a autoria)






Depois das grandes tempestades em nossas vidas, às vezes, ao invés da bonança esperada, costumamos fechar a alma para balanço. E, por mais que digamos estar disponíveis ao diálogo, bem no fundo do nosso coração colocamos uma porta. E esta porta fica tão trancada que, se nós mesmos não a abrirmos, tornar-se-á quase que intransponível. Como se nossa casa tivesse sido saqueada e o medo de que fosse arrombada de novo não nos deixasse viver sossegados. Visitantes cadastrados até poderiam chegar ao jardim... Mas passar da soleira, quem disse? E ficamos tantas vezes nos perguntando o porquê de ninguém se aproximar muito de nós se pensamos, numa atitude de bloqueio à verdade, que estamos dando espaço para que todos nos visitem. Fingimos não enxergar o letreiro luminoso de "passagem proibida" ou os cadeados enormes que colocamos nos portões e nos muros que erguemos ao redor de nós, porque é duro admitir que temos medo de mais experiências depois que uma, duas, três ou mil delas não deram certo. Mas se só as pessoas sensíveis enxergam esse bloqueio, e elas são cada vez em número menor, as não tão persistentes se afastam com medo de que soltemos os cães bravos em cima delas e as ponhamos para correr. Assim acabamos, por comodismo, ficando com as pessoas menos perigosas; com aquelas com quem sabemos que nunca chegaremos a ter envolvimento maior, até porque sua percepção não é tão aguçada para penetrar no nosso interior. Ficamos com aquelas com quem temos menos afinidade e pouco cumplicidade, principalmente aquela que vem do fundo da alma, porque não queremos que ninguém invada a fortaleza inexpugnável dos nossos segredos, onde guardamos as mágoas, os ódios não passados a limpo e os amores mal sucedidos. Não queremos saber de quem nos leia pensamentos e não pretendemos nos prender a nada, embora digamos sempre o contrário e saibamos que a falta das amarras num porto onde poderemos atracar quando estamos à deriva pode constituir uma bela teoria de liberdade, mas não nos gratifica, pois o ser humano não nasceu para ficar só. Nós, hoje, mal ou bem podemos escolher nossos amores e amigos. E que possamos escolher os melhores, e não os mais cômodos. E que possamos, também, ter alguns inimigos e, entre os nossos conhecidos, pessoas incompatíveis conosco, porque são eles que nos ajudam a superar os nossos limites e nos botam para frente, nem que seja para que lhes mostremos do que e o quanto somos capazes. Precisamos ter histórias para contar, sejam elas com finais tristes ou felizes. Precisamos passar por experiências que nem sempre são gratificantes, pois uma existência passada em brancas nuvens é uma existência sem frutos. Um dia, talvez, venhamos a entender melhor os mistérios da vida e, para chegarmos a um determinado ponto, muitas vezes teremos que passar por vários obstáculos. Talvez entendamos que precisamos nos purificar sofrendo várias provações até conseguir nossos objetivos e receber alguma recompensa. Algumas doutrinas religiosas e filosóficas tentam explicar porque algumas pessoas sofrem e outras são poupadas e porque alguns de nós encontram suas metades e outros passem a vida inteira a procurá-las. Mas são explicações que talvez nós leigos, não consigamos facilmente entender. A única coisa que podemos arriscar, é que nada acontece por acaso (ou será que acontece?). Talvez, quando sofremos, estejamos passando por um processo de purificação que nunca será entendido ou aceito por nós enquanto estivermos vivendo a experiência. Talvez, quando procuramos alguém ou alguma coisa, estejamos nos informando; talvez, quando encontramos tanta gente incompatível conosco, é porque, de alguma maneira, somos ou fomos as pessoas determinadas a surgir em suas vidas, seja para suportá-la, ajudá-las ou para que, através delas, aprendamos alguma lição importante: da serenidade à perseverança, da paciência à fé. Mas, por mais que apanhemos, que nos escondamos para fugirmos da vida, de nós mesmos, dos machucados e rejeições ... Tudo passa. O desespero nunca foi solução para nada, pois, afinal, não há mal que sempre dure e nem bem que nunca acabe. A vida sempre seguirá dando voltas. Tomara que saibamos aproveitar as ascensões para levantar quem estiver próximo de nós e as quedas para aprendermos a ser humildes.

MENSAGENS PENSAMENTOS E SENTIMENTOS(Lucia Helena dos Santos)


Vivemos imersos no mar de pensamentos de toda a humanidade – o chamado “pensamento massa”. A maior parte do tempo, você capta estes pensamentos, aceita-os, dá-lhes força (nutrindo-os com seus sentimentos) e os envia adiante. A partir daí, torna-se responsável por eles, pois contribuiu para melhorar ou piorar a qualidade do “pensamento massa”.
É um erro acreditar que os pensamentos sejam invisíveis e que se desfazem no infinito. O que você pensa fica registrado em seu corpo físico, nos móveis, nas paredes da casa, na atmosfera do seu mundo, nos relacionamentos e nos trabalhos que produz.
Você é, agora, o resultado do que pensou até hoje.
Diz um provérbio milenar: “junte Amor no pão que amassar; embrulhe Força e Coragem no pacote que amarrar para a mulher de rosto cansado; entregue Confiança no dinheiro que vai pagar ao homem de olhos desconfiados”.
Os maus pensamentos e sentimentos causam danos, tanto para o pensador como para os outros, sendo fonte de muitas doenças.
Anteriormente, só as doenças psíquicas eram ligadas a pensamentos e sentimentos imperfeitos, mas já é tempo de discernir que variadas doenças físicas nasceram de pensamentos e sentimentos descontrolados. Não só as do coração! Muitas de estômago e pele são conseqüências de pensamentos e sentimentos destrutivos.
Cada mau pensamento e sentimento nos distancia do nosso Sol Espiritual, o Cristo, a fonte da nossa vida e imunidade. Quando nos afastamos de Deus, nos tornamos campos férteis para todo tipo de doença.
O que torna um ser humano mais desenvolvido que outro é que um deles controla melhor seus pensamentos e sentimentos e os usa conscientemente.
Para você adquirir esse controle, o primeiro passo é estabelecer o observador de si mesmo. Esse vigilante silencioso logo ajudará a discernir entre seus bons e maus pensamentos.
Você descobrirá que a saúde, a convivência e tudo que nos cerca, resulta da qualidade dos nossos pensamentos e sentimentos. Só então pode deixar o papel de vítima e assumir a consciência de ser o Criador Responsável.
Esse observador pode ser visualizado, a princípio, como um olho dentro da cabeça (o terceiro olho), sentindo-o como o Olho Onividente, a Vista de Deus em si, o Pensador Perfeito.
A mente é semelhante a um aparelho de rádio e podemos selecionar as emissoras, ou seja, os tipos de pensamentos que desejamos captar. Escolhamos então a melhor emissora! A Mente de Deus!
Os grandes mestres da música, da pintura, da literatura, os maiores pensadores foram apenas pessoas que ousaram aspirar por uma perfeita sintonia com a Mente de Deus. Realizaram então obras que contribuíram e contribuem para a evolução da humanidade.
O pensamento é a flecha. O sentimento, o arco que a impulsiona. Sejamos arqueiros conscientes e, com toda concentração, miremos o único alvo de valor: a Mente de Deus.
Todas as formas velam um atributo, uma mensagem, um ensinamento. O jasmim do cabo ou Gardenia jasminoides Ellis é um ser nativo da antiga Pérsia, que traz um simbolismo, uma mensagem muito importante para cada um de nós neste momento.
Olhe para o jasmim e transforme-se nele, pois ele é pureza transmitida pela alvura de suas pétalas, que também emanam inofensividade, regeneração, paz, dignidade e elegância. Do seu centro, o jasmim exala maravilhoso perfume, que são seus pensamentos e sentimentos, abençoando toda criação, todo o exterior.
A essência floral do jasmim é obtida da seguinte forma: ao nascer do sol, colhe-se uma flor bem aberta e perfeita. Mergulha-se a flor em um litro de água pura, em vasilha de vidro transparente. Deixa-se ao sol durante todo o dia. Ao entardecer, estará pronta para ser tomada. A dosagem fica a critério da observação pessoal de cada um.
Esta essência facilita a sintonia de nossa mente com a Mente do nosso Deus interior, fonte de toda beleza, harmonia, pureza, perfeição, criatividade e iluminação. Proporciona um novo nascimento, regeneração e melhoria na auto-estima.
O nome jasmim significa “exalar a beleza e a perfeição que jaz em mim”. Sejamos jasmins e vivamos no interior do seguinte pensamento: Eu Sou o pensamento e sentimento criadores perfeitos, presentes nas mentes e corações de todos, em todos os lugares.

BELEZA...(Lucia Helena dos Santos)


O milagre do Raio da Beleza no adorno de nossas vidas diárias elevará a humanidade.
O caminho mais curto para se fazer contato com Deus é através da Beleza.
Vejamos o que faz a Beleza para quem aspira por ela:
Expande a consciência
Inspira novos ideais
Harmoniza a mente e as idéias desconexas
Traz novas revelações
Libera energia criativa
Suscita alegria e amor; dissipa o temor
Desperta sentimentos de unidade
Abre as portas da generosidade
Desperta maior tolerância
Nos enche de solenidade
Regula a circulação do sangue
Regenera a secreção das glândulas
Melhora a assimilação dos alimentos
Cria relações humanas corretas
Aumenta a benevolência
Revela o sentido do infinito e do imortal.
O resultado do caminho evolutivo é a beleza. Não podemos desfrutar a vida sem expressar beleza, sem viver a beleza. A beleza é o alimento para nossas almas, é o desejo mais nobre. A beleza cura, a beleza expande nossa consciência, a beleza transforma nosso interior.
A natureza cria beleza em uma grande variedade: sementes, insetos, pássaros, peixes; Animais, seres humanos, estrelas, galáxias e mais além. Cria todas as manifestações da beleza. A beleza é a manifestação do propósito latente em toda a atividade do cosmos.
Ah! Como são belas as flores! Não é brincadeira dizer que nas flores o Céu se manifesta na Terra.
Como é glorioso admirar o nascer e o pôr do sol em um jardim florido.
Abençoados são os que aspiram pela beleza.
Devemos abrir o caminho para a chegada da beleza. A ponte da beleza nos conduzirá a um novo tempo.
Imantada pelo pensamento da beleza, convido a todos a enchermos de beleza os nossos pensamentos e sentimentos, o nosso mundo pessoal, a cultivarmos belos jardins e, em uníssono, aspirarmos por uma convivência solidária e harmoniosa, em uma cidade humana, pacífica e muito, muito florida. É permitido a todos nós cultivar jardins de beleza.
Na luta do dia a dia, repitamos sempre: Beleza! Beleza! Beleza!
Trago hoje para todos, um talismã: A Consciência da Beleza.

SINTO VERGONHA DE MIM...


"Sinto vergonha de mim por ter sido educador de parte desse povo, por ter batalhado sempre pela justiça, por compactuar com a honestidade, por primar pela verdade e por ver este povo já chamado varonil enveredar pelo caminho da desonra.
Sinto vergonha de mim por ter feito parte de uma era que lutou pela democracia, pela liberdade de ser e ter que entregar aos meus filhos, simples e abominavelmente, a derrota das virtudes pelos vícios, a ausência da sensatez no julgamento da verdade, a negligencia com a família, célula-mater da sociedade, a demasiada preocupação com o "eu" feliz a qualquer custo, buscando a tal "felicidade" em caminhos eivados de desrespeito para com o seu próximo.
Tenho vergonha de mim pela passividade em ouvir, sem despejar meu verbo, a tantas desculpas ditadas pelo orgulho e vaidade, a tanta falta de humildade para reconhecer um erro cometido, a tantos "floreios" para justificar atos criminosos, a tanta relutância em esquecer a antiga posição de sempre "contestar", voltar atrás e mudar o futuro.
Tenho vergonha de mim pois faço parte de um povo que não reconheço, enveredando por caminhos que não quero percorrer... Tenho vergonha da minha impotência, da minha falta de garra, das minhas desilusões e do meu cansaço.
Não tenho para onde ir pois amo este meu chão, vibro ao ouvir meu Hino e jamais usei a minha Bandeira para enxugar o meu suor ou enrolar meu corpo na pecaminosa manifestação de nacionalidade. Ao lado da vergonha de mim, tenho tanta pena de ti, povo brasileiro! De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto".

O VENTO QUE SOPRA PELAS FLORES(Lee Paton)


Uma História Tibetana De Cura .

Há vários anos atrás, em Seattle, Washington, vivia um refugiado tibetanode 52 anos de idade. "Tenzin", é como vou chama-lo, foi diagnosticadocomo portador de uma forma de linfoma das mais fáceis de curar. Ele foiinternado em um hospital e recebeu a primeira dose de quimioterapia. Masdurante o tratamento, este homem normalmente gentil tornou-se agressivoe irritado; arrancou a agulha intravenosa de seu braço e negou-se acooperar. Ele então gritou com as enfermeiras e discutiu com todos aoseu redor. Os médicos e enfermeiros ficaram desconcertados.Depois, a esposa de Tenzin falou com o pessoal do hospital. Ela contou queTenzin foi um prisioneiro político dos chineses por 17 anos. Eles mataramsua primeira esposa e ele foi repetidamente torturado e brutalizadodurante todo o tempo em que esteve preso. As normas e regulamentos dohospital, juntamente com a quimioterapia, fez Tenzin recordar todo osofrimento que passou nas mãos dos chineses."Eu sei que vocês querem ajuda-lo," ela disse, "mas ele se sente torturadopelo tratamento. Eles fazem com que ele sinta ódio internamente " da mesmamaneira que os chineses fizeram ele se sentir. Ele prefere morrer do queviver com o ódio que ele está sentindo agora. E, segundo nossas crenças, émito ruim ter tamanho ódio no coração na hora da morte. Ele precisa estarapto para rezar e limpar seu coração." Assim, o médico dispensou Tenzine recomendou uma equipe da clínica de repouso para visita-lo em casa. Euera a enfermeira encarregada de cuidar dele. Eu entrei em contato com umrepresentante da "Anistia Internacional" para pedir-lhe conselhos. Eleme disse que a única forma de sanar o trauma da tortura era "falar arespeito". "Essa pessoa perdeu sua confiança na humanidade e sente quea esperança é impossível." Mas quando eu encoragei Tenzin a falar sobresuas experiências, ele ergueu suas mãos e me fez parar. Ele disse,"Eu preciso aprender a amar de novo se eu quiser curar minha alma. Suatarefa não é fazer perguntas. Sua tarefa é me ensinar a amar novamente."Respirei profundamente e perguntei,"E como eu posso faze-lo amar de novo""Tenzin respondeu prontamente,"Sente-se, tome meu chá e coma meus biscoitos."O chá tibetano é um chá preto forte, coberto com manteiga de iaque esal. Não é fácil de bebe-lo! Mas, foi o que eu fiz. Por várias semanas,Tenzin, sua mulher e eu nos sentamos juntos e tomamos chá. Nós tambémconversamos com os médicos para achar formas de tratar suas doresfísicas. Mas era sua dor espiritual que deveria ser diminuída. Cadavez que eu chegava, via Tenzin sentado de pernas cruzadas em sua cama,recitando preces de seus livros. Com o passar do tempo, sua mulher foipendurando mais e mais "thankas", badeirolas budistas coloridas, nasparedes. Em pouco tempo, o quarto parecia um colorido templo religioso.Na chegada da primavera, eu perguntei o que os tibetanos faziam quandoestavam doentes na primavera. Ele abriu um grande sorriso e disse,"Nós nos sentamos e aspiramos o vento que sopra pelas flores."Eu pensei que ele estava falando poéticamente, mas suas suas palavraseram literais. Ele explicou que os tibetanos fazem isso para serempulverizados com o pólen das novas floradas, carregadas pela brisa. Elesacreditam que esse pólen é um potente medicamento. No primeiro momento,achar muitas floradas parecia um pouco difícil. Mas, um amigo sugeriuque Tenzin visitasse algumas floriculturas locais. Eu liguei para ogerente de uma floricultura e expliquei-lhe a situação. Sua reaçã oinicial foi "Você quer o que"""? Mas quando eu expliquei melhor o meupedido, ele concordou. Então, no final-de-semana seguinte, eu busqueiTenzin, sua esposa e suas provisões para a tarde: chá preto, manteiga,sal, chícaras, biscoitos, almofadas e livros de preces. Eu os deixei nafloricultura e combinei de pega-los às 17 horas. No outro final-de-semana,visitamos uma outra floricultura. E mais outra no terceiro fim-de-semana.Na quarta semana, eu comecei a receber convites das floriculturas paraTenzin e sua mulher para voltarem novamente. Um dos gerentes disse,"Nós temos uma nova remessa de nicotianas e lindas fuchsias"ah, sim! Etemos belas dafnias. Eu sei que eles vão adorar o perfume das dafnias! Eeu quase me esqueci! Temos uns novos bancos de jardim que Tenzin e suaesposa vão adorar!"No mesmo dia, outra floricultura ligou dizendo que eles tinham recebidobirutas coloridas para Tenzin saber de que direção o vento estavasoprando. Logo, as floriculturas estavam competindo pelas visitasde Tenzin. As pessoas começaram a se importar com o casal tibetano.Os empregados arrumavam os móveis de frente para o vento. Outros traziamágua quente para o chá. Alguns fregueses regulares deixavam seus carrinhosde compras próximos do casal. E no final do verão, Tenzin voltou ao seumédico para novos exames e determinar o desenvolvimento da doença. Mas odoutor não achou nenhuma evidência de câncer. Ele estava abobalhado; disseà Tenzin que ele simplesmente não sabia explicar aquilo. Tenzin levantouseu dedo e disse,"Eu sei porque o câncer se foi. Ele não podia mais viver num corpo tãocheio de amor. Quando eu comecei a sentir a compaixão das pessoas daclínica, dos empregados das floriculturas, e todas essas pessoas quequeriam saber de mim, eu comecei a mudar por dentro. Agora, eu me sintoafortunado por ter a oportunidade de ser curado dessa forma. Doutor,por favor, não acredite que a sua medicina é a única cura. Às vezes,a compaixão pode também curar um câncer."

domingo, 2 de setembro de 2007

AS MULHERES SÃO VERDES...






Conversando com um velho homem, um jovem desabafou:
- Há tanto tempo venho querendo conhecer uma garota e hoje, conseguindo falar-lhe por telefone, fiquei decepcionado.

- Mas por que? - indagou o velho homem.

- Eu lhe perguntei timidamente como ela era e ele - rindo! - respondeu - sou verde.

- E por que a resposta o chocou?

- Ora, amigo, ela estava debochando de mim!.

Ouvindo isso, o velho homem pôs-se a falar:
- Meu jovem, você não entendeu que ela estava se comparando a uma árvore.

- Árvore? Como assim ???

- Menino, as mulheres são como árvores:
- Elas fincam raízes no solo dos nossos corações;
- Têm paciência e capricho com o próprio crescimento;
- Seus braços são poderosos e, ao abraçá-las, nossos espíritos recebem renovadas energias;
- Elas amam e cuidam dos seus frutos, mesmo sabendo que um dia o mundo os levará para longe delas.

- Outras - aquelas que não dão frutos - oferecem sua sombra àqueles que necessitam de descanso;
- Quando açoitadas por fortes ventos da vida, elas emanam o perfume da força e da fé, acalmando-nos, por mais assustadora que seja a noite;
- Sua seiva são as lágrimas de dor ou de alegria quando em presença do machado ofensor ou do regador daqueles que as amam;
- Seus corações vão alto o suficiente para escutarem mais de perto os recados do céu;
- Elas reverdecem as florestas dos homens, as ruas das cidades, as avenidas, os acostamentos de estradas e as beiras de rios;
- Elas entendem o campo dos passarinhos e, mais do que ninguém, elas valorizam e protegem seus ninhos;
- Suportam melhor a solidão e as vicissitudes que a vida às vezes nos impõe;
- No mundo, elas nascem em maior número para que o verde da esperança jamais empalideça.
- Meu menino, todas as mulheres são árvores, todas as mulheres são verdes.

Ao final do relato, refletiu o rapaz:
- Eu tenho um triste jardim no peito: nele está faltando uma árvore. . .
. . . e correu para o telefone mais próximo . . .


Autor - Silvia Schmidt

domingo, 26 de agosto de 2007

AMIGOS SÃO ESTRADAS...


Certos amigos são indispensáveis,simples como aquela estradinha de terra no interior, onde do alto da colina podemos avistá-la inteirinha,sabemos onde podemos ir e onde podemos chegar, são transparentes e confiáveis. Outros, acabaram de chegar, como estradas que só conhecemos pelo Guia, e vamos nos aventurando sem saber muito bem seus limites, é um caminho desconhecido, mas que sempre vale a pena trilhar. Tem amigos que lembram aquelas estradas vicinais, que pouco usamos, pouco vemos, mas sabemos que quando precisarmos, ela estará lá, poderemos passar e cortar caminho, mesmo distante, estão sempre em nossa memória. Por certo, também existem amigos que infelizmente, lembram aquelas estradas maravilhosas, com pistas largas e asfalto sempre novo, mas que enganam o motorista, pois são cheias de curvas perigosas, e quando você menos espera... é traído pela confiança excessiva. E existem amigos que são como aquelas estradas que desapareceram, não existem mais, mas que sempre ligam a nossa emoção até a saudade, saudade de uma paisagem, um pedaço daquela estrada, que deixou marcas profundas em nosso coração. Foram, mas ficaram impregnados em nossa alma. E na viagem da vida, que pode ser longa ou curta amigos são mais do que estradas, são placas que indicam a direção, e naqueles momentos em que mais precisamos, por vezes são o nosso próprio chão. Paulo Gafkewww.meuanjo.com.br

sábado, 25 de agosto de 2007

TUDO OU NADA (Roberto Shinyashiki)Ed.Gente,SP,2006



Capítulo 1
Momento tudo ou nada

Se você está se sentindo frustrado, tenha a certeza de que, para levar a vida que merece, você precisará deixar de lado a vida que tem!

O momento do tudo ou nada é como um grito de liberdade diante de um silêncio insuportável.
Um ponto final em situações que se arrastam há anos sem solução.
O rompimento definitivo de uma forma padronizada de lidar com a vida.
Tudo ou nada é demolir um muro que o impossibilita de seguir adiante.
É uma maneira de recuperar a dignidade abalada.
É uma ruptura com a maneira de administrar sua vida...
É quebrar as grades da gaiola que o impedem de voar...
Será que seu momento tudo ou nada é agora?

As decisões consistentes

Tudo ou nada é uma decisão que você toma em um momento de despertar da consciência. Mas não basta só isso: é preciso algo mais...
Uma decisão radical é insuficiente se a gente não tomar uma atitude do tipo tudo ou nada. Um despertar de consciência pode ser muito pouco sem uma mudança radical na maneira de agir.
A maioria das pessoas toma decisões superficiais: elas apenas anunciam suas decisões, não mudam as atitudes. Não dizem adeus ao passado, não abandonam velhos hábitos. Assim, com a mesma rapidez que decidem algo, desistem.
É preciso ter decisões consistentes, que resultem em atitudes. Somente uma mudança de atitude após uma decisão cria verdadeiras mudanças na vida de uma pessoa.
Se você decidir deixar a segurança de um relacionamento sem amor e abrir seu coração para uma nova relação, vai precisar encarar as conseqüências. Terá de pagar a conta de cada passo dado e sentir orgulho de superar cada novo desafio. Vai precisar aprender a celebrar cada pequena vitória.
Quem não souber enfrentar essas conseqüências logo sentirá a necessidade de voltar para aquele relacionamento sem amor.
Se você resolver sair da casa de seus pais e morar sozinho, precisará assumir o estilo de vida que seu dinheiro puder manter. Terá de aprender a cuidar das suas roupas, fazer supermercado, esquentar comida congelada, tudo isso gastando somente o que é viável para seu orçamento. É lógico que também poderá decorar sua casa do jeito que quiser e trazer seus amigos sem dar satisfação a ninguém. O importante é perceber que, com a liberdade, você recebe um brinde chamado responsabilidade. Sua autonomia deverá ser conquistada dia a dia, até que essa nova forma de viver esteja consolidada.
Se você mudar de profissão, precisará se esforçar para adquirir novos conhecimentos e se desenvolver. Terá de enfrentar uma fase de adaptação. Enfrentar o novo. Ser humilde para aprender o que você não sabe. Muitas vezes, os projetos não terão a mesma qualidade que você estava acostumado a atingir. Talvez demore algum tempo até os pedidos dos clientes chegarem. Pode ser que a insegurança apareça em alguns momentos, quando os resultados não forem os esperados. Nesse período de transição, será preciso ter muita fé e determinação para que as dificuldades não o conduzam de volta ao passado.
O mesmo vai acontecer se você decidir sair do emprego que não o satisfaz. Terá também de passar por um período de transição e executar muitas tarefas que geralmente não são agradáveis, como enviar currículos para empresas em busca de trabalho, fazer entrevistas, passar por processos de seleção cansativos e enfrentar toda uma variedade de situações de pressão. Se você não estiver realmente determinado, poderá se acomodar na situação desagradável do antigo emprego.
Essa mesma situação se passa com quem decide trabalhar em um sistema de negócios chamado marketing de rede. Nesse tipo de negócio, que vem crescendo a cada dia, as pessoas utilizam seus relacionamentos para vender produtos aos consumidores e ganham bônus nessas transações. Tomar a decisão de entrar nesse negócio é muito fácil, pois não é necessário passar por uma seleção tão rígida. Mas muita gente se frustra, pois não percebe que, para ter sucesso nesse tipo de empreendimento, é fundamental desenvolver uma nova atitude perante o trabalho. A pessoa tem de entender que, agora, é dona do próprio negócio. Se não acordar cedo para trabalhar, ela é que será prejudicada. Se não der uma boa assistência para os membros de sua rede de relacionamentos, eles não vão gerar bons resultados.
Mas algumas pessoas investem no novo negócio e não percebem que o trabalho com marketing de rede exige uma série de novas posturas. Na verdade, muitas têm a ilusão de que vão ganhar dinheiro sem trabalhar. No entanto, se não tomarem uma atitude do tipo “tudo ou nada”, as coisas não darão certo. Definitivamente, o problema não é o marketing de rede, e sim a maneira como a pessoa assume o negócio.
Afinal, uma verdadeira decisão exige uma mudança radical de atitude. Uma decisão sem mudança de atitude vira simplesmente uma ilusão ou, pior ainda, o grito de um rebelde sem causa. Barulho sem comprometimento.

As atitudes tudo ou nada

Percebo que as pessoas que decidem transformar sua vida desenvolvem um tipo especial de atitude. Elas se empenham em cada ação como se a vida inteira dependesse desse esforço. Elas vêem a construção do futuro como a única forma de viver - como fazem os oficiais com seus soldados em situações desfavoráveis de batalha. Em outras palavras, decidem queimar as pontes que permitem retroceder.
Nessas decisões radicais, é importante assumir também um comportamento radical. Nos grupos de Alcoólicos Anônimos fala-se muito sobre o perigo de tomar um único copo de bebida, pois a decisão de parar de beber tem de vir acompanhada de uma atitude do tipo tudo ou nada.
Uma pessoa dependente dos pais que resolve morar sozinha não pode mais chegar atrasada ao emprego porque perdeu a hora. Terá, pelo menos, de comprar um despertador eficaz porque não haverá ninguém para acordá-la toda manhã.
Um empresário que está à beira da falência não pode continuar gastando sem nenhum controle.
A decisão de partir para o tudo ou nada é somente o primeiro passo. Depois da decisão, precisa haver atitude.
Há pessoas que se casam, mas querem levar vida de solteiras. Resultado: o casamento fracassa.
Há pessoas que decidem ter filhos, mas querem continuar a viver como se os filhos não existissem. Resultado: teremos crianças órfãs de pais vivos.
Lembre-se, há dois tipos de atitude: as atitudes tudo ou nada e as atitudes mais ou menos. Uma atitude mais ou menos sempre leva a um resultado medíocre.
É importante entender com toda a clareza que, durante um processo de transformação radical, a atitude de fazer um pouco de cada vez nos trará resultados muito parecidos aos que teríamos se não fizéssemos nada. Quem quer fazer uma revolução na vida precisa tomar uma atitude radical. E, quando se toma uma decisão radical, é preciso continuar caminhando pela estrada que escolhemos - com comprometimento, determinação e fé. Nossas atitudes devem ter a mesma intensidade das decisões que tomamos.
Uma atitude tudo ou nada é mergulhar em um novo amor como se sua respiração dependesse da respiração de seu companheiro.
É sair da casa de seus pais e cuidar de suas responsabilidades como se houvesse apenas você no mundo para pagar suas contas.
É aprender uma nova profissão como se sua vida dependesse dessa empreitada.
É abraçar o novo emprego como se essa fosse a última oportunidade de sua vida.
Porque é preciso correr atrás de nossos objetivos com a determinação de um faminto que anseia por um prato de comida. Buscar a água como um homem perdido no deserto.
Dançar a música da vida como se seu corpo e sua alma fossem os instrumentos dessa música!
Afinal, se você romper as grades da gaiola, mas não bater as asas para valer, jamais poderá voar de verdade!

O sofrimento suportável

Por que as pessoas evitam o tudo ou nada e acabam convivendo com situações insatisfatórias pela vida afora?
Será que são burras? Não acredito...
Será que são masoquistas? Tampouco acho que seja o caso...
O fato é que todos nós temos uma tendência bastante natural: fazemos o que nos dá prazer e evitamos o que nos provoca sofrimento.
Para entendermos o que leva alguém a manter relacionamentos, profissões, empregos e circunstâncias profundamente insatisfatórios, precisamos analisar a forma como as pessoas definem o sofrimento. A percepção do que é sofrimento vai determinar as escolhas e, portanto, os comportamentos. As pessoas somente mudarão quando a dor de não estar vivendo for maior do que o medo da mudança.
Na verdade, decidimos manter uma situação desagradável porque tememos sofrimentos desconhecidos ou maiores do que aqueles que vivemos - ainda que persistam por menos tempo.
Se você compreende que sofrer é a perspectiva de não se sair bem no próximo emprego ou relacionamento, poderá se sujeitar a um chefe que o humilhe diariamente ou a uma relação sem amor.
Se seu filho compreende que sofrer é ficar sem dinheiro, vai sujeitar-se a viver eternamente dependente dos pais.
Se uma viúva imaginar que sofrer é ir a um jantar e não ter com quem conversar, aceitará viver sem sair de casa pelo resto da vida.
Isso nos leva a pensar que, na maior parte das vezes, as pessoas não percebem que fazem escolhas que provocam diariamente mais e mais sofrimento.
Essa percepção distorcida faz a gente optar por relacionamentos, profissões, empregos e circunstâncias que não nos realizam como seres humanos - e começamos a distorcer nossas escolhas.
É por causa disso que muita gente, sem ao menos saber, prefere permanecer vivendo com um sofrimento conhecido a tomar uma decisão que leve a um sofrimento desconhecido.
Se pudéssemos adivinhar o pensamento dessas pessoas, provavelmente ouviríamos:
- Pelo menos já conheço meu marido...
- Pelo menos meus pais me deixam chegar tarde em casa...
- Pelo menos nessa profissão eu tenho emprego...
- Pelo menos esse emprego é garantido...
Outras pessoas, também sem se dar conta, preferem conviver com um sofrimento suportável a se arriscar por um caminho em que, de repente, venham a sofrer ainda mais.
É o caso daquele casal de namorados que briga diariamente, mas não termina porque nenhum dos dois quer viver o sofrimento da separação. Muitas vezes ficam se torturando durante anos porque não têm coragem de enfrentar a dor momentânea de um rompimento.
São as mulheres que não falam das frustrações sexuais com seu companheiro por medo de desencadear uma crise conjugal. Elas não tomam uma decisão que possa melhorar sua vida porque têm medo de provocar mais problemas.
Nesse caso, se entrássemos nos pensamentos dessas pessoas, ouviríamos algo como:
- Prefiro brigar todos os dias com meu companheiro a ficar sozinha porque não serei capaz de conquistar outra pessoa.
- É melhor ficar quieto, senão vou provocar uma crise muito maior!
- É melhor trabalhar todos os dias em uma profissão que não tem nada a ver comigo do que ficar desempregado.
As pessoas temem ousar, e seus medos são os mais diversos:
Medo de sofrer mais em outra relação.
Medo da solidão.
Medo de não encontrar uma pessoa legal.
Medo de não mais saber namorar.
Medo de ter de enfrentar situações novas.
É lógico que as pessoas não fazem essas escolhas conscientemente. Mas às vezes elas se acomodam conscientemente... Simplesmente deixam que a vida decida por elas. Até que, em um momento de lucidez e consciência, percebem que esse relacionamento, esse estilo de vida, essa profissão ou esse emprego só traz sofrimento inútil.
Infelizmente muitas pessoas vão passar pela vida sem perceber que estão colecionando frustrações e sofrimentos, quando na verdade têm muitas opções de mudança.
Nesse momento, elas têm duas escolhas: partem para o tudo ou nada ou se enganam com mais uma promessa que jamais será cumprida:
- Quando meus filhos crescerem, eu vou me separar...
- Quando meus pais ficarem mais velhos, eu mudarei de casa...
- Quando eu ganhar na loteria, vou fazer o que gosto...
- Quando eu encontrar uma empresa legal, sairei deste emprego...
- Quando ele perceber quanto o amo, vai parar de beber...
Assim, situações insatisfatórias se arrastam por muito tempo sem jamais ser enfrentadas para valer.
Está na hora de as pessoas pararem de usar óculos cor-de-rosa e fazerem promessas vazias a si próprias! Elas precisam acreditar que a vida pode ser muito melhor do que é agora!

Todos os direitos desta edição são reservados à Editora Gente
Copyright © 2006 by Roberto Shinyashiki

O mundo é feito por diversos tipos de mulheres:Mulheres que curam com a força do seu amor...Mulheres que aliviam dores com a sua compaixão...
Mulheres que cantam o que a gente sente...Mulheres que escrevem o que a gente sente...Mulheres glamourosas...Mulheres maravilhosas...Mulheres que nos fazem rir...Mulheres batalhadoras...Mulheres talentosas.
O Mundo também é feito por outros tipos de mulheres, nem tão conhecidas ou famosas...
Mulheres que deixam para trás tudo o que têm, em busca de uma vida nova...Mulheres que, todos os dias, encontram-se diante de um novo começo...Mulheres que sofrem diante das injustiças...Mulheres que sofrem diante de perdas inexplicáveis...Mães amorosas...
Mulheres que se submetem a duras regras...Mulheres que se perguntam qual será o seu destino...Mulheres que têm escritos na face todos os dias de sua vida.
TODAS, mulheres especiais...Todas, mulheres tão bonitas quanto qualquer Estrela, porque lutam todos os dias para fazer do Mundo um lugar melhor para se viver.
Autor Desconhecido

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

A ALMA DA MULHER...


Nada mais contraditório do que ser mulher...Mulher que pensa com o coração,age pela emoção e vence pelo amor.Que vive milhões de emoções num só dia e transmite cada uma delas, num único olhar.Que cobra de si a perfeição e vive arrumando desculpas para os erros, daqueles a quem ama.Que hospeda no ventre outras almas, dá a luz e depois fica cega, diante da beleza dos filhos que gerou.Que dá as asas, ensina a voar mas não quer ver partir os pássaros, mesmo sabendo que eles não lhe pertencem.Que se enfeita toda e perfuma o leito,ainda que seu amor nem perceba mais tais detalhes.Que como uma dona de poderes mágicos transforma em luz e sorriso as dores que sente na alma, só pra ninguém notar.E ainda tem que ser forte, pra dar os ombros para quem neles precise chorar.Feliz do homem que por um dia souber,entender a alma da mulher !!!

O BAILE DA VIDA


Os anos passam...As lembranças são eternas, a saudade permanente e nossos olhos em busca de cenas de tempos vividos.
Os anos passam...Vivenciamos lições de vida, aprendemos a vasculhar em nossos guardados do coração e a acariciar lindos momentos que se foram para não mais voltar. Os anos passam...Crescemos na alma, mas sempre seremos
frágeis no amor. Os anos passam...Muitos virão ou quem sabe...nossa estada nessa vida seja curta.
Os anos continuam a desfilar na passarela do aprendizado e nós protagonistas da vida, enfrentamos os momentos que nos fazem infelizes e nos deliciamos com os felizes!
Resumimos que a vida é um grande baile em que almas se encontram, se esbarram. se unem e se separam... Cada qual bailando nos conflitos, nas esperanças e nas suavidades de momentos de amor.
De todos os anos que se foram, concluo que viver:
É ser cada qual, em sua essência adquirida.

QUANDO DÓI O CORAÇÃO(Leticia Thompson)




Quando dói o coração, todo o corpo dói.

Por que permitimos que as pessoas entrem assim tão dentro da gente a ponto de sairem carregando um pedaço de nós quando partem? Por que nos damos tanto, nos entregamos tanto, nos deixamos tanto em mãos não tão cuidadosas dos nossos sentimentos?

Deveríamos aprender a ficar na margem, olhando de longe a paisagem calma e nos satisfazer dessa visão, como quem se fascina com uma miragem. Mas não nos satisfaz olhar. Humanos que somos, precisamos absolutamente sentir, ao risco de nos afogar... e mergulhamos inteiramente.

E, vida afora, vamos mergulhando em promessas de amor eterno, felicidade infinita e mar de rosas. Não nos questionamos sobre probabilidades de perdas e decepções, pois só de pensar já é doloroso.

Dói... dói... dói e dói!... Mas isso não vai nos impedir de continuar, não vai nos impedir de viver. Pedaços de nós são ainda partes de nós e ninguém disse que precisamos chegar à velhice inteiros e sem marcas.

Isso é vida!!! Não desistir, manter-se de pé, doendo, mas de pé, cabeça erguida na direção do desconhecido e peito cheio de esperança que a próxima vez será diferente.

Grandes artistas obtiveram o melhor das suas obras nos grandes momentos de aflição e dor. Faça o mesmo: Mostre o que de grande há em você tirando partido das suas decepções!

Construa-se!!!

Tenha em mente que não é você que não foi digno daquele amor, mas aquele amor que não foi digno de você. E se faz parte da vida caminhar entre flores e espinhos, não se esquive do caminho.

Caminhe!!!

Amanhã talvez seja diferente. E talvez não. Mas entre as subidas e descidas, você vai ter sobrevivido. E vai ter, sobre tudo, vivido.


terça-feira, 21 de agosto de 2007

PRECE NO ALVORECER





Acordei quando a manhã se vestia de luz para receber o dia. O sol, espreguiçando-se por detrás das nuvens, derramava seus raios mornos pela terra.Abrindo a janela, senti uma grande alegria e desejei orar ao Criador de todas as coisas, ao Pai de todos nós. Queria dizer tantas coisas!Mas como se pode, sendo tão pequeno, dizer coisas grandiosas a quem é tão onipotente?Desejei abraçar o dia e servir, fazer algo útil, bom, especial.Como se pode agradecer ao pai generoso por tantas dádivas senão buscando se tornar um servidor para as suas criaturas?Entre a timidez e a emoção, com o coração a cantar em descompasso no peito, comecei:Meu Deus e meu Senhor. Eu gostaria tanto de poder colaborar contigo. Eu gostaria de ser um jardim de flores, de todas as cores, para embelezar a terra.Mas, na pobreza que minha alma encerra, se não puder ser um jardim, deixa-me ser uma rosa solitária, em uma fenda da rocha, colocando beleza no painel nobre da natureza.Eu gostaria de ser um canteiro perfumado, aonde as abelhas viessem colher o néctar, para produzir o mel que alimentaria bocas infantis.Eu gostaria de ser um trigal maduro, para colocar pão na mesa da humanidade. Mas, é demais para mim.Como não poderei ser uma seara, ajuda-me a ser o grão, que caindo no chão, se multiplique num milhão. E me transforme em pão para os meus irmãos.Eu gostaria de ser um pomar de frutos maduros para acabar com a fome. Mas na pobreza que me consome, te venho pedir para ser uma árvore desgalhada, projetando sombra na estrada. Talvez alguém, em passando de mansinho, por esse caminho possa me dizer “olá”. E respondendo, eu estenda a mão e me ofereça: ”sou teu irmão, sou teu amigo.”Eu gostaria de ser como uma chuva generosa, que caísse na terra porosa e reverdecesse o chão. Mas, como não conseguirei, então, te pedirei para ser um copo de água fria que mate a sede de quem anda na desesperação. Eu gostaria de ser um riacho que descesse a encosta da montanha cantando, por entre as pedras, ofertando linfa refrescante às árvores que protegem o solo. Meu Deus! Eu gostaria de ser como a via-láctea de estrelas para que as noites da Terra fossem mais belas e a dor debandasse, na busca de um novo dia.Mas, na minha pequenez, sem conseguir, te quero pedir para ser um pirilampo na noite escura, iluminando a amargura de quem anda na solidão.Eu gostaria de ser um poeta, um artista, um trovador. Quem sabe um cantor, um esteta, orador para falar da magia e da beleza da tua glória.Mas, como eu quase nada sou, como me falta o verbo, a mestria, então, eu te peço, Senhor, para ser o companheiro da criatura deserdada.Deixa-me caminhar pela estrada e estender a mão a quem anda solitário e triste. Deixa-me ser-lhe a mão de sustento e lhe dizer: “sou teu irmão, estou contigo. Vem comigo.”................................................Agradece a Deus a tua existência.Exalta-Lhe o amor por meio dos deveres retamente cumpridos.Louva-O, sendo-Lhe um servidor devotado e fiel.Apresenta-O para a humanidade, tornando-te exemplo de amigo e irmão em todas as circunstâncias.

quarta-feira, 15 de agosto de 2007

AMAR:VERBO INTRANSITIVO(Mario de Andrade)


Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, Preste atenção: Pode ser a pessoa mais importante da sua vida. Se os olhares se cruzarem e neste momento, Houver o mesmo brilho intenso entre eles, Fique alerta: Pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu. Se o toque dos lábios for intenso, Se o beijo for apaixonante, E os olhos se encherem d'água neste momento, Perceba: Existe algo mágico entre vocês. Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, Se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, Agradeça: Deus te mandou um presente divino O AMOR. Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro Por algum motivo e em troca receber um abraço, Um sorriso, um afago nos cabelos, E os gestos valerem mais que mil palavras, Entregue-se:vocês foram feitos um pro outro... Se por algum motivo você estiver triste, Se a vida te deu uma rasteira E a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, Chorar as suas lágrimas e enxugálas com ternura, Que coisa maravilhosa: Você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida... Se você não consegue dirigir com as duas mãos, Porque não pode deixar de tocar a outra pessoa Nem por um instante... Que incrível!! Vocês estão correndo perigo e nem se dão conta disso... Simplesmente não conseguem se desgrudar. Se você conseguir, em pensamento, Sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado... Se você conseguir adivinhar o que ela comeu no jantar, Mesmo sabendo que ela tem dez pratos preferidos... Se você conseguir saber o que está incomodando a pessoa, Mesmo que aparentemente esteja tudo bem... Se você souber exatamente o momento do filme em que ela vai estar chorando, mesmo sem olhar pra ela... Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, Mesmo ela estando de pijamas velhos, Chinelos de dedo e cabelos emaranhados... Se você não consegue andar pelas ruas, Sem deixar de segurar a mão da outra, Mesmo que um poste atravesse os dois ao meio... Se você consegue ficar somente 15 minutos aborrecido depois de uma briga e terminar tudo somente por meia hora... Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite... Se você não consegue imaginar, De maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado... Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela... Se você preferir morrer, antes de ver a outra partindo... É o amor que chegou na sua vida.É uma dádiva. Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, Mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais Deixam o amor passar, sem deixálo acontecer verdadeiramente. É o livrearbítrio. Por isso, preste atenção nos sinais... Não deixe que as loucuras do dia a-dia O deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR!

INGREDIENTES DA VIDA A DOIS(Maria H.Matarazzo


Tolerância: É fundamental ser tolerante e aceitar os defeitos do outro, sua irritabilidade, seu cansaço, seus esquecimentos, seus pontos de vistas às vezes arbitrários.Compartilhar maus momentos: Se eu tenho maus momentos e você me ajuda a superá-los, isso me alivia, permite que eu me refaça, e recupere as energias para continuar.Senso de humor: Na relação a dois, só o amor não basta; uma dose de senso de humor é importante.Conversar sobre as coisas do dia: Falar sobre o trabalho, a política, os acontecimentos diários, faz parte de um bom relacionamento; é fundamental aquela meia hora em que sentamos juntos e conversamos.Os amigos são indispensáveis: Os homens precisam de amigos para tomar uma cerveja, para assistir um jogo no domingo, para reafirmar o companheirismo. As mulheres precisam de amigas para falarem de crianças, moda, relações familiares, das crises afetivas.Ter alguma atividade extra: Todo mundo deveria ter um "algo mais" na vida. Um trabalho comunitário, praticar algum esporte, aprender algo que dê prazer.Sexo: Conversar sobre sexo, deixar o corpo falar, se expressar, transformar sentimento em movimento, permitir que o corpo fale mais alto.Cuidar: Amar é cuidar.

terça-feira, 31 de julho de 2007

DECIFRA-ME...



Não venha me falar de razão, Não me cobre lógica, Não me peça coerência, Eu sou pura emoção. Tenho razões e motivações próprias, Sou movido por paixão, Essa é minha religião e minha ciência.
Não meça meus sentimentos, Nem tente compará-los a nada, Deles sei eu, Eu e meus fantasmas, Eu e meus medos, Eu e minha alma. Sua incerteza me fere, Mas não me mata. Suas dúvidas me açoitam, Mas não deixam cicatrizes.
Não me fale de nuvens, Eu sou Sol e Lua, Não conte as poças, Eu sou mar, Profundo, intenso, passional. Não exija prazos e datas, Eu sou eterno e atemporal.
Não imponha condições, Eu sou absolutamente incondicional. Não espere explicações, Não as tenho, apenas aconteço, Sem hora, local ou ordem. Vivo em cada molécula, Sou o todo e sou uno, Você não me vê, Mas me sente.
Estou tanto na sua solidão, Quanto no meu sorriso. Vive-se por mim, Morre-se por mim, Sobrevive-se sem mim. Eu sou começo e fim, E todo o meio.
Sou seu objetivo, Sua razão que a razão Ignora e desconhece. Tenho milhões de definições, Todas certas, Todas imperfeitas, Todas lógicas apenas Em motivações pessoais, Todas corretas, Todas erradas.
Sou tudo, Sem mim, tudo é nada. Sou amanhecer, Sou Fênix, Renasço das cinzas, Sei quando tenho que morrer, Sei que sempre irei renascer. Mudo protagonista, Nunca a história.
Mudo de cenário, Mas não de roteiro. Sou música, Ecôo, reverbero, sacudo. Sou fogo, Queimo, destruo, incinero. Sou água, Afogo, inundo, invado. Sou tempo, Sem medidas, sem marcações. Sou clima, Proporcional a minha fase. Sou vento, Arrasto, balanço, carrego. Sou furacão, Destruo, devasto, arraso. Mas sou tijolo, Construo, recomeço... Sou cada estação,
No seu apogeu e glória. Sou seu problema E sua solução. Sou seu veneno E seu antídoto Sou sua memória E seu esquecimento. Eu sou seu reino, seu altar E seu trono.
Sou sua prisão, Sou seu abandono e Sou sua liberdade. Sua luz, Sua escuridão E seu desejo de ambas, Velo seu sono... Poderia continuar me descrevendo Mas já te dei uma idéia do que sou. Muito prazer, tenho vários nomes, Mas aqui, na sua terra, Chamam-me de AMOR.
(desconheço o autor)

MULHER NÃO NASCE,ESTRÉIA!


Estréia na vida, no trabalho;Estréia na escola, que seja da vida;Mas estréia.Estréia na faculdade, no teatro,Que seja o da vida, mas estréia. E de estréia em estréia, vai ficando aos poucosMulher dos acontecimentos, do dia a dia. Estréia no Amor; nas Emoções; e nos sentimentos.Estréia também nas decepções dos relacionamentos;Reais ou virtuais, não importa;Amorosos ou não, mas estréia. Estréia na escolha dos parceiros queAlgumas vezes podem decepcioná-la, mas estréia.Estréia na maternidade, onde certamenteSe dá o mais lindo fenômeno da vida:O Nascimento !O choro, o primeiro de muitosQue certamente virão. A mulher é completa; nos sentimentos,Nos gestos, nas emoções;E na maioria de suas ações.Seja pessoal, ou profissional,Ela conquista o direito da luta sem par.E ganhando em sua vivência,Estréia na maior de suas experiênciasO direito de se ver e se sentir mulher. Mulher se não nasce, também não morre,Muda de dimensão; deixa o carinho, a saudade,A lembrança enfim.Uma prova viva da sua estréia.

PEQUENOS GESTOS


É curioso observar como a vida nos oferece resposta aos mais variados questionamentos do cotidiano...
Vejamos:
A mais longa caminhada só é possível passo a passo...O mais belo livro do mundo foi escrito letra por letra...Os milênios se sucedem, segundo a segundo...As mais violentas cachoeiras se formam de pequenas fontes...A imponência do pinheiro e a beleza do ipê,Começaram ambas na simplicidade das sementes...Não fosse a gota não haveria chuvas...O mais singelo ninho se fez de pequenos gravetos...E a mais bela construção não se teria efetuadoSenão a partir do primeiro tijolo...As imensas dunas se compõem de minúsculos grãos de areia...Como já refere o adágio popular,Nos menores frascos se guardam as melhores fragrâncias...É quase incrível imaginar que apenas sete notas musicaisTenham dado vida à "Ave Maria", de Bach, e à "Aleluia", de Hendel...O brilhantismo de Einstein e a ternura de Tereza de Calcutá Tiveram que estagiar no período fetal...Nem mesmo Jesus, expressão maior de Amor, Dispensou a fragilidade do berço...
... Assim também, o mundo de paz, de harmonia e de amor com que tanto sonhamos só será construído a partir de Pequenos Gestos de compreensão, solidariedade,respeito, ternura, fraternidade, benevolência, indulgência e perdão, dia a dia...
Ninguém pode mudar o mundo...Mas podemos mudar uma pequena parcela dele...Esta parcela nós chamamos de "Eu". Não é fácil nem rápido...Mas vale a pena tentar!
Vamos lá, não percamos a oportunidade...
Fábio Azamor

Procure fazer as pequenas coisas de maneira extraordinária

  • Sarah Brightman-Live from Las Vegas
  • DVD-YANNI TRIBUTE
  • Quem mexeu no meu queijo...
  • Obras de Joanna de Ângelis
  • O que podemosaprender com os Gansos.
  • Onde Existe Luz( Paramahansa Yogananda)
  • Você faz a diferença(Como sua atitude pode revolucionar sua vida)
  • Livros de Auto -ajuda
  • O monge e o Executivo
  • Livros Espíritas

VOCÊ ME VISITOU QUE BOM"

  • Q (1)

UMA VIAJANTE ATRAVÉS DO TEMPO...

Minha foto

Falar de mim...sou uma pessoa legal.amiga,amada,amando muito...uma esposa dedicada.Sou espírita...feliz.

Frase que eu gosto:"QUANDO NÃO SE SABE AONDE QUER IR ,TODOS OS CAMINHOS LEVAM A LUGAR NENHUM..."

EU ESTAVA LHE ESPERANDO... PODE ENTRAR!

"Na vida só há um modo de ser feliz. Viver para os outros."Léon Tolstoi

O Caminhante...

HARMONIA

HARMONIA
SEM PALAVRAS...UM MOMENTO